Vitamina D: benefícios para os idosos

A vitamina D tem muitos benefícios: fortalece os ossos, os músculos, as defesas imunitárias… mas os idosos produzem muito pouco e têm muitas vezes carência desta vitamina. Descubra os benefícios da vitamina D e a maneira certa de a obter!

1) Benefícios da vitamina D: ossos e músculos em melhor forma

A vitamina D é frequentemente mencionada quando se trata de prevenir as quedas dos idosos ou evitar fraturas. De facto, a vitamina D tem um papel crucial: permite fixar o cálcio nos ossos. Com uma deficiência vitamínica, o cálcio que supostamente protege e fortalece os ossos não se irá fixar, e os ossos ficarão mais fracos, que resultará em quedas e fraturas mais frequentes.

A vitamina D não é apenas a garantia de ossos fortes, é também a garantia de músculos saudáveis. A vitamina D ajuda a nutrir os músculos, o que permite ter mais força e flexibilidade e lutar contra a perda de autonomia.
A vitamina D é crucial para manter um corpo em boa forma!

2) Benefícios da vitamina D: a vitamina antidepressiva

A carência de vitamina D pode ter várias consequências. Entre as mais comuns, o sentimento de depressão. A vitamina D é parcialmente fornecida pelos raios UV. A sua deficiência, geralmente, ocorre no inverno, resultando na sensação de tristeza que é encontrada em muitas pessoas durante esta época do ano.

No verão, meia hora ao sol por dia pode ser o suficiente para repor os níveis de vitamina D e evitar esse sentimento de tristeza. No inverno, são necessárias de uma a duas horas por dia, o que pode ser mais complicado devido ao mau tempo. Se se sentir triste, não entre em pânico, pode ser uma simples deficiência de vitamina D.

Como absorver vitamina D?

Acima foram enumerados benefícios da vitamina D, no entanto o seu excesso também tem efeitos nocivos para a saúde. Pesquisadores da Universidade de Copenhaga, realizaram um estudo sobre concentrações altas e baixas de vitamina D e uma possível relação com a morte de 250 mil pessoas ao longo de sete anos. Foram estabelecidas relações entre o excesso de vitamina D e a ocorrência de derrames e infartos.

Para eliminar uma deficiência de vitamina D, deve consultar o seu médico. Ele poderá prescrever cápsulas ou ampolas de vitamina D, ajustadas ao seu metabolismo.

Não querendo recorrer à medicação, existem outras maneiras de obter vitamina D:

  • Através da exposição solar, pelo menos uma vez por dia
  • Através do consumo de peixes gordos, como a sardinha, atum ou salmão
  • Ou uma colher de café de óleo de fígado de bacalhau por dia!